Gestão Financeira para Pequenas Empresas / Planejamento

Taxas-de-juros-para-o-consumidor

 

O controle da gestão financeiro pode ser o grande problema ou a grande solução de uma organização. Geralmente é o tendão de Aquiles de grande parte das micro e pequenas empresas no país, isso constatamos freqüentemente com os clientes do Escritório de Contabilidade Nogal Contabilidade pois de fato, não é fácil estabelecer o controle do dinheiro que entra e sai se não houver controle.

Muitas empresas nascem através de empreendedores que trabalharam por muitos anos em determinado segmento, tem conhecimento do processo operacional e dominam o know-how do negócio. Entretanto, quando o assunto é Finanças para PMEs, por muitas vezes falta o conhecimento necessário, ou ainda, o negócio expande rapidamente e a administração das Finanças não acompanha esse crescimento por não possuir a estrutura necessária ou pelo demasiado envolvimento com a produção.

Gestão Financeira para Pequenas e médias empresas.

A Gestão Financeira das PMEs tem por objetivo estabelecer procedimentos e controles que visam melhorar os resultados apresentados pela empresa e aumentar o valor patrimonial do investimento através da geração de lucro operacional. Para tanto, são utilizados procedimentos e controles internos que viabilizam conhecer a saúde financeira, possibilidades de melhoria e suportar a tomada de decisão. Compreende a contabilização dos eventos econômicos, controle da análise de crédito, contas a receber, contas a pagar, fluxo de caixa, captação de recursos, aplicação dos recursos disponíveis e planejamento financeiro e orçamentário, entre outras coisas.

Os primeiros passos que a empresa deve tomar em relação à gestão eficiente das Finanças é o estabelecimento de procedimentos e controles, tais como:

  • Contabilização de fatos que afetam a situação patrimonial do investimento (compra, venda, entrada/saída do estoque, etc.);
  • Adotar um sistema de custos que viabilize o cálculo correto do preço de venda do produto ou serviço;
  • Criação, planejamento e controle do Fluxo de Caixa (entradas/saídas/contas bancárias);
  • Definir um planejamento financeiro orçamentário, acompanhá-lo e revisá-lo, se necessário;
  • Buscar recursos atrativos e seguros para expansão do negócio;
  • Estabelecer a retirada dos sócios;
  • Acompanhar a evolução do patrimônio da empresa e maximizar sua lucratividade e rentabilidade;
  • Auditar os registros e conferir se todos os documentos estão sendo devidamente controlados.

Estes são alguns pontos importantes que devem ser levados em consideração pelas empresas e colocados em prática para uma gestão eficaz e transparente que transmita credibilidade para seus clientes, colaboradores, fornecedores, agentes bancários, possíveis investidores e para o mercado

Entre em contato conosco para que possamos apresentar outras vantagens da Gestão financeira

 

Bons negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *